Plano F: Como ter sucesso em qualquer empreendimento (de um menino de 6 anos)

Torger_Knudson_6_anosAlguns dias atrás, li um post de blog escrito pelo extraordinário e bem sucedido hipnoterapeuta e empreendedor na internet Tellman Knudson em que seu filho Torger de 6 anos de idade demonstra sua sabedoria excepcional, com sua “fórmula de sucesso”. Eu achei o post tão interessante que eu pedi permissão para traduzí-lo em Português e postá-lo aqui.

Para aqueles de vocês que entendem Inglês, aqui está o link para o artigo original:

http://thenewhypnotists.com/how-to-succeed-at-anything-from-a-6-year-old

Vamos lá:

“Ok, então eu sei que eu costumo escrever sobre a hipnose, mas hoje eu queria passar uma lição sobre o sucesso que aprendi com meu filho de 6 anos de idade. Eu acho que você vai entender por que quando você ouvir o que ele tem a dizer.

Então, aqui está o que aconteceu …

Estamos fazendo compras no supermercado quando passamos uma placa no quadro de avisos com uma imagem de um monstro de vidro estranho nele. Meu filho fica parado em seu caminho. “O que é isso?”, ele quer saber.

Eu li o cartaz. Trata-se de um concurso do museu local que está aberto, onde as crianças enviam desenhos de monstros, e sopradores de vidro locais irão escolher entre os desenhos para fazer esculturas de vidro soprado deles para o museu (eu sei: muito legal, né?). Explico o que o cartaz diz.

“Vixe …” eu digo. “Parece que o prazo é  hoje.”

Eu vejo aquele olhar se formando nos seus olhos, e percebo que as compras de alface estão prestes a ficar muito mais complicadas.

“Eu quero fazer isso.” Ele diz, e começa a caminhar em direção a cafeteria.

“Ok”, eu disse: “Claro, vamos para casa, você pode obter seus crayons, vamos fazer isto. ”

“Não”, ele diz, “Nós devemos fazer isso agora: antes de sair da loja. Aposto que eles têm coisas para desenhar por aqui. “Então, podemos fazê-lo antes do prazo”.

Bem – ok. Não sendo aquele que desestimular a iniciativa de ação quando é evidente, eu decido concordar.

Acontece que a cafeteria tem canetas e papel, mas o papel não vai funcionar, já que é reciclado e tem linhas na parte de trás. Ele não se abala.

“Talvez eles tenham algum papel que podemos usar no serviço ao cliente.” É preciso que a boa moça no balcão praticamente levar a impressora para  obtê-lo, mas 30 minutos depois estamos sentados em uma mesa na cafeteria com 8 canetas crayola e 2 folhas de papel limpo e agradável e ele está começando a trabalhar em garras de monstros e espigões, cantarolando para si mesmo.

As coisas estão indo bem quando eu detecto uma nuvem escura definitiva passando por seu rosto enquanto ele trabalha. A caneta diminui. “Espere”, diz ele, ainda trabalhando fora em pontos do ombro. “E se … eles nãoescolherem meu desenho?”

“Bem …” Eu começo, tentando descobrir como explicar que não ser escolhido não significa que a sua arte é uma porcaria para sempre. Deve ser assim que a coisa toda começa para o artista torturado. Mas ele está muito à frente de mim.

“Eu sei!”, diz ele, e a caneta volta a velocidade normal. “PLANO B: Eu vou pedir Zack para fazê-lo ” Zack é um amigo nosso que sopra vidro.

Eu fico aliviado. “Ah, sim. Isso é uma grande idéia! “, digo. Ufa.

“Mas … e se Zack não puder fazê-lo? …”, Ele pondera, ombros caindo novamente.

E foi aí que ele começa. Cada vez, a caneta diminui quando a dúvida aparece de novo, e aumenta a velocidade novamente quanto ele resolve o problema:

“Plano C … Eu poderia fazê-lo em  plasticina. E colocá-lo no forno. ”

“Plano D … eu vou fazê-lo em papel machê.”

Mas não pára por aí, não.

No momento em que chegar ao PLANO F, estamos enviando o desenho para um fabricante de figuras de ação, para que possam produzir um modelo de plástico junto com seu “GI Joe” e enviá-lo de volta para nós.

Não há dúvida em minha mente que de um jeito ou de outro, este monstro será feito.

Aqui a parte mais impressionante de tudo isso.

Eu estava pensando sobre isso mais tarde (depois que tinha deixado o desenho no museu 15 minutos antes do prazo) e percebi:
PLANO F é a chave para êxito em praticamente qualquer coisa. Realmente.

Por que nos permitimos deixar de tentar só porque a nossa primeira tentativa não funciona, ou os juízes não escolheram a nossa proposta?

Quando se trata de sucesso na vida (ou monstros imaginários), o truque é não esperar que você consiga ser escolhido, ou ter êxito , a primeira vez. É decidir que você não precisa do universo para trabalhar em seu favor, ou conseguir pela primeira vez, mas que você vai ter sucesso INDEPENDENTE DE QUALQUER OBSTACULO.

Então, se você …

Não tiver feito um milhão de dólares ainda como você estava planejando no secundário? Vá para o Plano B.

Não perdi os quilos que você estava esperando em janeiro deste ano? Tente plano C.

Querendo saber por que o universo não te fez mais bem sucedido ainda? O que você está esperando? Faça o seu plano D!

O mais importante é …

Quando as dúvidas aparecerem não deixem te parar. Faça seu PLANO F e siga em frente. Cedo ou tarde, você TERÁ sucesso.

E apenas como uma observação? Quando o prazo diz “hoje” – não espere – pegue um pouco de papel da boa moça no balcão de check-out e faça o seu desenho no supermercado.

É isso aí. Muito simples, certo?

Então … qual é seu PLANO F?

P.S. Gostou do desenho? Deixe um comentário! Compartilhe este artigo pressionando os botões Google+ e Facebook e abaixo “.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s